11 3507-0500

Por que as crianças devem brincar?

Por que as crianças devem brincar?

Postado por em 11/jul/2018 em Blog | 0 Comentários

O ato de brincar é uma junção de ações, desejos e com o tempo se concretizam em aprendizados. Até os esportes já foram resultados de simples brincadeiras infantis que se evoluíram com o tempo. Neste aspecto podemos citar: o futebol, que um dia foi uma atividade com bolas; a natação, que já foi uma brincadeira no lago ou piscina; ginásticas que foram resultados de cambalhotas, pulos e corridas; entre outras. Mas as brincadeiras na infância, não estimulam apenas a prática de esportes. Outros fatores também são benéficos para favorecer as relações humanas e o desenvolvimento corporal e intelectual da criança e posteriormente como adolescente e adulto: Habilidade Motora Por meio das brincadeiras, as crianças desenvolvem a capacidade de equilíbrio, força, movimento, concentração, flexibilidade, percepção e autoconfiança. Assim, surge a capacidade de correr, caminhar, saltar e movimentar-se com confiança, determinação, além do interesse pelos esportes.   Raciocínio As brincadeiras proporcionam à criança o desenvolvimento intelectual. Assim, ela consegue planejar suas ações, buscar melhores resultados e a forma como fazer isto, comparar os resultados com seus colegas, criar a capacidade de aperfeiçoamento, superação dos limites e conclusões sobre as suas próprias ações, preparando-se para os estudos e trabalho.   Interação Social Durante as brincadeiras as crianças fazem amizades, desenvolvem a linguagem, a imaginação e aprendem a conviver e trabalhar em grupos. Seus amigos tornam seus confidentes e companheiros de aventuras. Quando crescem tornam-se mais sociáveis, comunicativas e conseguem se expressar sem dificuldade.   Controlar suas emoções Nas brincadeiras a criança aprende a esperar a sua vez, a ganhar, perder e atingir novos resultados. De uma maneira lúdica, ela também aprende a dividir e ser menos egocentrista. Tornam-se pessoas mais pacientes, consegue buscar seus resultados, respeitar o outro e trabalhar em equipe.   Criatividade Os pequenos trabalhos manuais feitos na infância: pinturas, dobraduras, massinhas, colagens, entre outros; estimulam a imaginação, desenvolve a criatividade e aprimoram a coordenação para realizar trabalhos delicados e sensíveis: como escrever e digitar. Quando crescem, são criativos, curiosos, e buscam sempre aprender e se aperfeiçoar.   Incentive o seu filho a brincar As escolas são ótimas para proporcionar atividades que auxiliam no seu crescimento e preparam-no para o convívio e as relações humanas. A Rent a Pro têm profissionais qualificados para oferecer uma gama de atividades lúdicas e saudáveis nas escolas e auxiliar no crescimento e aprendizado das...

Leia Mais

Melhore seu fôlego nos treinos de corrida

Melhore seu fôlego nos treinos de corrida

Postado por em 5/jun/2018 em Blog | 0 Comentários

Para correr e correr bem 3 fatores fazem a diferença: pernas fortes, coração saudável e a força dos pulmões. A capacidade respiratória é determinante para o rendimento do treino e o atleta deve ficar atento principalmente quando a respiração ficar ofegante. Confira algumas dicas para melhorar o fôlego e consequentemente, o desempenho e rendimento na corrida. >A regularidade da atividade física faz com que o corpo se acostume com o esforço e se programe para progredir. Estabeleça uma programação para treinar com regularidade. Fique atento ao ritmo da sua corrida. O ritmo ideal é aquele em que a frequência cardíaca está baixa. Dessa forma, todo o organismo entra em equilíbrio durante a corrida. Programe em seu treino com corridas mais longas e lentas. Use a caminhada durante os treinos para ensinar seu organismo a reconhecer o esforço físico e adaptar o condicionamento físico. Intercale períodos de caminhada durante sua corrida e com o tempo, vá aumentando o tempo de corrida e diminuindo e de caminhada. Mantenha a respiração automática e para isso use de toda sua concentração. Quanto mais ofegante, mais a respiração perde ritmo. Procure cadenciar a respiração com as passadas e concentre-se até que isso seja feito naturalmente. Dica importante: procure usar boca e nariz para respirar e expirar. Usar somente a boca pode aumentar a sensação de cansaço e causar dores. Comece devagar e acelere aos poucos. Assim como os músculos do corpo, o pulmão também precisa se aquecer. Comece o treino com uma leve caminhada e vá acelerando com o tempo. Dessa forma, sua respiração vai se acostumando com o ritmo que você imprimir na corrida. Cuide dos seus pulmões. Fumar diminui consideravelmente a capacidade respiratória e saúde como um todo. Fique atento a doenças respiratórias e resfriados. O nariz entupido também prejudica o desempenho no treino. Até...

Leia Mais

Pular corda: vale a pena aderir

Pular corda: vale a pena aderir

Postado por em 15/maio/2018 em Blog | 0 Comentários

Pular corda não é apenas uma brincadeira de criança. Praticar todos os dias, além de complementar a atividade física diária, traz muitos benefícios à saúde e ao corpo, não importa a idade. Pular corda contribui positivamente para o desenvolvimento do sistema cardiorrespiratório e também fortalece e tonifica os músculos das pernas. Esse tipo de exercício exige muita resistência e desenvolve a coordenação, agilidade e equilíbrio. Um bom condicionamento físico é determinante para o bom desempenho do atleta e pular corda diariamente, pode contribuir para melhorar e fortalecer o condicionamento físico como um todo, favorecendo o bom desempenho em outras atividades ou modalidades. Para quem está de olho na balança, pular corda também ajuda a emagrecer, pois promove alta perda calórica. A estimativa é que em1 hora de exercício seja possível queimar até 800kcal, mas esse número pode variar de pessoa para pessoa e de acordo com a intensidade do exercício. Um dos maiores pontos positivos desta atividade é a praticidade. O equipamento é pequeno, leve, com custo acessível e pode ser praticado também em pequenos ambientes. No mercado, é possível encontrar cordas de diversos materiais, como silicone, couro e náilon. Uma dica importante é verificar o comprimento da corda, que deve ser adequado à sua altura. Para medir, pise no centro da corda e puxe as duas pontas para cima. A altura ideal está entre a axila e a cintura. Com todos esses benefícios e praticidade, pular corda pode e deve entrar na sua rotina diária de treinos! Não perca tempo! Até...

Leia Mais

Faça exercícios no seu condomínio!

Faça exercícios no seu condomínio!

Postado por em 11/abr/2018 em Blog | 0 Comentários

Já pensou em realizar exercícios, sem sair do conforto do seu condomínio? Aulas ao ar livre, com programas de treinamento personalizados e um profissional habilitado? Esta realidade já está presente em vários condomínios, e a Rent a Pro, dispõe de profissionais especializados para levar aos moradores o seu esporte preferido. A comodidade é a principal vantagem de quem escolhe a área de lazer do seu condomínio para a prática de exercícios. Estar apenas a alguns passos de sua residência, aumenta a disposição para realizar as atividades físicas, já que muitas pessoas não tem tempo para se deslocarem à academia. Outra vantagem de quem escolhe praticar exercícios em seu condomínio é a diversidade de atividades que o profissional pode elaborar. Além de contar com as aulas comuns disponibilizadas nas academias: natação, hidroginástica, musculação; o programa de aulas nos condomínios dispõe de uma série de exercícios de várias modalidades esportivas como: pilates, golf, tênis, futebol, dança, judô, futsal, entre várias outras séries de atividades físicas específicas para adultos, crianças e idosos. As atividades também podem ser realizadas em grupo: o morador pode reunir vários outros moradores para realizar as modalidades esportivas, ou se preferir, pode ser feita apenas com o professor, neste caso um Personal Trainer. Outro benefício das aulas em condomínios é a flexibilidade de horários. Os profissionais atendem diariamente das 06 e 30 às 22h, ficando a critério do aluno o horário que melhor se enquadre à sua rotina. A segurança também é outro aspecto importante. Quem possui programas de aulas em condomínios, não precisa sair muito cedo de casa ou ficar até tarde na academia. Isto oferece mais tranquilidade e a família toda pode participar. A Rent a Pro atende em vários condomínios para otimizar a vida das pessoas e ampliar a prática de esportes. Todos os funcionários são cadastrados, para oferecer com segurança atividades físicas conforme o perfil e o condicionamento físico de cada aluno. Afinal, de nada adianta uma área de lazer completa em seu condomínio, sem um professor e treinamentos especificados para...

Leia Mais

Os melhores exercícios para quem está na menopausa

Postado por em 19/mar/2018 em Blog | 0 Comentários

Todo mundo sabe! Praticar atividade física faz muito bem para a saúde de qualquer pessoa, e não é diferente para as mulheres que estão na menopausa. Por volta dos 40 anos, a mulher tende a entrar no climatério, um período de transição, onde a fase reprodutiva se encerra e se inicia a menopausa, caracterizada pela última menstruação. É no período do climatério, que tem início perto dos 40 anos e pode se estender até os 65 anos, que ocorre a diminuição das funções ovarianas, deixando os ciclos menstruais irregulares. Todas essas alterações hormonais mexem profundamente com o estado físico e emocional da mulher, causando sintomas como: fortes ondas de calor, transpiração excessiva, tontura, palpitações, suores noturnos, irritabilidade e até depressão. Mas é importante ressaltar que nem o climatério e nem a menopausa são doenças. Elas são ocorrências naturais da vida da mulher e nem todas sentirão os sintomas característicos dessa fase. Uma alimentação saudável e balanceada, associada a uma prática regular de exercícios ajudam a amenizar esses e outros sintomas, melhorando significativamente a qualidade de vida. Beba em média 2 litros de água por dia; Coma alimentos ricos em gorduras saturadas, como azeites, amêndoas, nozes; Aumente o consumo de peixes, principalmente os que são ricos em ômega 3; Coma moderadamente alimentos ricos em hidratos de carbono, entre eles os cereais, arroz, massas, legumes e batatas; Evite o consumo em excesso de gorduras saturadas; A falta de estrogênio no organismo, também torna a mulher mais propensa a doenças do coração, osteoporose e diabetes. Em alguns casos, uma reposição hormonal é indicada e deve ser acompanhada de perto pelo médico. Para realizar qualquer atividade física, é importante procurar orientação médica e realizar todos os exames físicos necessários. Várias atividades são recomendadas para ajudar no controle dos sintomas da menopausa, como você pode ver a seguir:   Hidroginástica A queridinha de muitos atletas, a hidroginástica é uma ótima opção para quem quer começar se exercitando com uma atividade de baixo impacto. Essencial na prevenção da osteoporose pode e deve ser combinada a outros esportes.   Caminhada A mais indicada pelos especialistas por não exigir demais do organismo, a caminhada deve ser praticada de três a seis vezes por semana, durante, no mínimo, 30 minutos.   Dança Não importa o estilo, a dança movimenta o corpo, faz a oxigênio circular pelo sangue e alegra a vida. Mas a dança só entra para a classe de atividade física, se for praticada pelo menos 3 vezes por semana.   Musculação A musculação vai auxiliar a manter os ossos fortes e reduzir os riscos de fraturas. Deve ser feita de duas a três vezes por semana e ser associada a alguns exercício aeróbico.   Natação Responsável por aumentar a frequência cardíaca e respiratória, a natação também ajuda na queima de gordura, no fortalecimento da capacidade pulmonar e do sistema imunológico, na diminuição do estresse e da...

Leia Mais

Como aumentar o fôlego e melhorar o desempenho nas corridas?

Como aumentar o fôlego e melhorar o desempenho nas corridas?

Postado por em 5/fev/2018 em Blog | 0 Comentários

A corrida, está hoje, entre os esportes mais praticados por quem está começando a se habituar com atividades físicas regulares e também de quem está em busca de um fortalecimento muscular. E para que a corrida cumpra todos os seus objetivos, ter pernas fortes e coração saudável, além de força nos pulmões, faz toda a diferença. Se a capacidade respiratória for limitada, o cansaço aparece mais cedo e a distância a ser percorrida, será com certeza menor. Uma respiração ofegante prejudica o desempenho da corrida e fazem com que os músculos demandem mais esforço. Para melhorar o fôlego, e consequentemente o desempenho durante a corrida, existem algumas dicas, confira: A regularidade do exercício faz com que o corpo se acostume com o esforço e aos poucos consiga progredir. A dica é criar um cronograma com horários certos para praticar a corrida e fazer de tudo para segui-lo. A velocidade da corrida não é o mais importante. O ritmo ideal do treino de ser com frequências cardíacas baixas, para que as funções do organismo estejam em equilíbrio durante o exercício. A dica é investir em corridas longas e lentas, promovendo assim uma hipertrofia cardíaca adequada. Intercale a corrida com caminhada. Dessa forma, o corpo terá uma percepção melhor do esforço físico e um tempo para recuperar o fôlego. A dica é, aos poucos, aumentar o tempo da corrida e diminuir o de caminhada. Procure controlar os movimentos de entrada e saída do ar, para evitar que a respiração fique ofegante. Uma boa dica é fazer a respiração marcada por passos, ou seja, a cada três passos, inspire e mais três passos, expire. Com o tempo, essa respiração será automática e natural. Para facilitar ainda mais, evite respirar somente com a boca. A prática de outros exercícios, associados à corrida, podem ajudar a acelerar e melhorar a capacidade respiratória. A lista de atividades físicas que podem te ajudar nisso é extensa, e nela estão: natação, treinamento em circuito, vôlei, futebol, tênis e ciclismo. Mas tem uma atividade que merece destaque e é a nossa dica: a yoga. Todos os exercícios podem ser realizados de forma a potencializar a capacidade respiratória, uma vez que a respiração correta é fundamental para a eficácia da atividade. Cuide de sua saúde, em especial do seu pulmão. O hábito de fumar diminui a capacidade respiratória pois prejudica o funcionamento dos alvéolos pulmonares em absorverem o oxigênio. Além de não fumar, procure respirar alternando a boca e o nariz e trate de todas as alergias respiratórias.   Até...

Leia Mais