:
11 3507-0500

A importância da profissão “Pegadores de Bolinhas de Tênis.”

A importância da profissão “Pegadores de Bolinhas de Tênis.”

Postado por em 7/ago/2015 em Blog | 0 Comentários

Em entrevista, Wilton Carvalho fala sobre a profissão e o motivo pelo qual ela está desaparecendo.

Um grande exemplo do Tênis brasileiro, Wilton Carvalho, não esconde como começou o seu interesse pelo mundo do Tênis.

Aos 7 anos de idade Wilton Carvalho já trabalhava nas quadras como Pegador de Bolinhas. Foi exatamente nesta época, que ele ajudava a sua família com o dinheiro que recebia. Muito trabalho? Que nada! Para Wilton foi uma grande oportunidade de estar entre os grandes jogadores de Tênis e conhecer o esporte de perto, treinando após o seu trabalho.

Com o tempo, a Lei trabalhista fez com que a profissão entrasse em desuso. A Lei proíbe as crianças de ficarem nas quadras para recolher as bolinhas, e exige que os clubes contratem adolescentes para trabalhar como menor-aprendiz, a partir de 14 anos de idade.

Wilton Carvalho ressalta as dificuldades que esta Lei traz para o Tênis brasileiro: “Com 14 anos, o adolescente não terá tanta oportunidade para aprender e treinar após os jogos. Envolver o Tênis nesta idade é complicado, porque é um esporte complexo que exige treino, conhecimento e convívio constante com professores e jogadores, e a profissão de “Pegador de Bolinhas de Tênis”, faz exatamente isto. Aos 14 anos, o adolescente já deveria estar jogando, para ser um futuro tenista.”

Ele também comenta sobre a sua tentativa com o Ministério Público para mudar a Lei: “Tentei várias vezes ir até o Ministério Público para fazer com que a lei fosse mais flexível e o adolescente pudesse ir às quadras recolher as bolinhas a partir dos 12 anos, porém foi em vão,” completa.

Para Wilton tudo é uma questão de flexibilidade. “Pegar bolinhas nas quadras em nenhum momento prejudica a vida escolar das crianças. Na minha época, tudo era combinado com o horário das aulas. Eram 4 horas para interagir com o esporte e acompanhar de perto os treinamentos. Depois dos treinos, eu poderia conversar com os professores e treinar Tênis. Eu comecei assim, outros jogadores e professores também começaram, e hoje, são grandes referências do Tênis. O esporte ensina regras, contribui para o convívio social e propicia a pessoa para o sucesso profissional.”

A maior intenção da profissão de “Pegadores de Bolinhas” é contribuir para a formação de futuras tenistas e acrescentar mais esporte na vida das crianças e adolescentes. Esperamos que a Lei seja mudada e surja novos ídolos tenistas, assim como Wilton Carvalho, que começou recolhendo as bolinhas dos jogos. Acompanhe a entrevista completa pelo site: http://www.youtube.com/watch?v=cSuyK_MberY

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

468 ad